eficácia do neurofeeback - II

Association for Applied Psychophysiology and Biofeedback (AAPB) , 2016

Em 2016 a AAPB (Association for Applied Psychophysiology and Biofeedback (AAPB) publicou o livro  ‘Evidence-Based Practice in Biofeedback and Neurofeedback (3rd Ed.), 2016. )  no qual realiza uma revisão muito extensa e atualizada da investigação à data sobre a eficácia do neurofeedback e do biofeedback.

Para realizar esta análise de eficácia, a AAPB definiu níveis de eficácia que de seguida irá atribuir a cada área sintomática, tratada num conjunto alargado de artigos científicos e estudos envolvendo tratamentos com biofeedback em geral e neurofeeback em particular, que traduzimos e resumimos no quadro abaixo:











Neste estudo, foram de seguida analisados e classificados dezenas de artigos e estudos, referentes a diversas áreas de intervenção e sintomatologia, determinado assim o seu grau de eficácia de acordo com a exigência e rigor cientifico que foi possível determinar.


No quadro seguinte resumimos algumas dessas áreas e o nível de eficácia que ficou definido nesta análise sistemática: